Arquivo da tag: mercado

O mercado de surf esta se desintegrando com a crise…..

…… JA VAI TARDE!!!!!!!

Surf Where???

Cebola, o problema não são as competições, pois mesmo num free surf entre amigos existe a competição da melhor manobra, mas o real problema são as marcas de surf e os surfistas que aceitam muita palhaçada.

Com exceção do Alfio e sua Hang Loose.

Aloha Alfio.

Bando de aproveitadores…

Sempre falei isso, mas cada vez vem aumentando o numero de propagandas de tv utilizando imagens do surf.

As marcas querem se aproveitar da imagem que o surf passa, da juventude, dos “gatos” e “gatas” que surfam, mas:

Por que que esse bando de filhos da puta não patrocinam uma etapa de campeonato ou um atleta????

Porque esses merdas são apenas aproveitadores!!!

A Sugestão:

NÃO COMPRE NENHUMA MARCA QUE SE APROVEITA DO SURF PARA VENDER PRODUTOS!!!

AH, ISSO INCLUI TAMBÉM MUITAS MARCAS DE SURFWEAR…A MAIORIA DELAS….

Pra onde foi nosso querido mercado de Surf?!?!?!

Noticia na TV:

Preso o mentor do maior assalto a banco ja realizado no Brasil.

O que vi:

Ele usava uma camiseta da Quiksilver.

mais um…

E fico por aqui>> O SURFE ESTÁ NA ALMA

Meu job no Blog por hoje termina.
Vou viver o que o dia ainda me reserva.
Surfe,proteção a Natureza,Contestar o que está errado,Colocar em dúvida o que não é explicado e Cobrar nossos direitos é nosso combustível.
Deixar a “ferida exposta” vai ser sempre o nosso lema.
Confesso ser avesso a banalização do surfe…
Quando comecei a surfar em 87, o mercado e as competições tinham a característica de COMUNIDADE.
Hoje o Kaos domina o todo.E ser melhor a qualquer custo é que que vale nos bastidores.
Não posso deixar de citar aqui mais uma vez um ícone: DADÁ FIGUEIREDO.

Ele dizia: ” MORTE AOS PARASITAS”

O recado tá dado
até semana que vem
Sergio Cebola

CADÊ OS CENTAVOS??????????????????????

Você vai ao supermercado, à farmácia,ao sacolão, na lotérica ou comprar algo no comércio, se prepare…
Se sua conta der 20,98 ou 10,99, perceba que o estabelecimento não te dá o troco de 1 ou 2 centavos, quando não te oferecem uma bala.
Eu sempre peço, e o caixa se indigna, e não sei porque, pois é o troco do nosso DINHEIRO.
Faça a conta de quantas pessoas não pedem e quanto fica de lucro para o supermercado (local onde não devolvem mesmo) e nos outros estabelecimentos.
CARA DE PAU? INTENCIONAL? SAFADEZA? MALANDRAGEM?
DESATENÇÃO é que não é, pode ter certeza
UM POUCO DE TUDO
VOCÊ ESTÁ SENDO LESADO>>>>
SE LIGA

Morte aos Hipócritas 2

Li numa conceituada revista de surf a seguinte frase:

” Veja só, os animais selvagens, que são seres livres por natureza, não usam roupa e tanta gente preocupada com a última moda”

Num primeiro momento senti raiva, pois a revista vive das marcas que vivem da moda que é feita por um mercado onde a maioria nunca subiu numa prancha.

É mesma coisa que o filho de pai rico dizer que não gosta de dinheiro, que é contra o capitalismo!!!!

Numa análise mais profunda, conclui que está certo, pois cada vez mais conheço surfistas de verdade que não usam surf wear, sobrando para as lojas de surf somente office boys e seus colegas (nada contra a profissão).

Conclui que o Surf de verdade está saindo do mainstream e os tais empresários que não entendem nada de surf estão ficando com o consumidor que também não entende nada de surf!!!!!

Hoje quem usa surf wear ou é surfista patrocinado ou é paga pau!!!

Ainda bem…..

Surf Punk

O Cebola mandou bem, surf não é mercado, quando comecei a surfar nos anos 80 nunca imaginei que fosse acontecer o que aconteceu.

Bermuda de 300 reais, crowd exagerado, ofice boy usando roupa de surfista, executivos do surf que nem vão para a praia etc. Até o LSD virou droga de playboy tomar na rave!!!!!

Eu fabricava parafina para uma grande marca de surf, os caras me cortaram pois queriam preço baixo, nem levaram em consideração a qualidade da parafina, mas sabe o pior?

O cara que me cortou, durante a reunião do corte, acendia um cigarro atrás do outro (cigarro de nicotina, antes fosse um verde) e nunca tinha subido numa prancha!!!!

Graças a deus, nossa turma (principalmente os blogueiros da máfia) manteve a essencia, não usamos roupa de marca, surfamos com bermuda velha, procuramos a praia mais vazia e longe da pagação e por aí vai……tenho visto que tem mais gente pensando assim e fico com medo…..já pensou se esse nosso estilo de vida vira moda??????

Tem coisa que nunca vira moda……..vou postar dois vídeos de uma banda que eu ouço desde que comecei a surfar (anos 80) e que nunca viraram moda………..acho que por isso que continuo ouvindo…..

Get out off the water and dont look back!!!!!!!!!!!!

Para resumir eu diria que agente ainda usa óculos de lente espelhada!!!!!!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Surf é maistrean… Abandone ou se adpte, mas nunca perca sua essência

Coloquei no dia 04 de junho deste ano,um post,onde relatei uma session num final de tarde,que me vêem a mente sempre que me deparo com situações onde o surfe é visto como “mercado”.
Sou ácido em relação ao setor:falta de apoio, de patrocínios e de real intenção para crescermos como esporte,arte e cultura ,e termos um campeão mundial brasileiro.
É claro que não se pode generalizar e incluir todas as empresas neste turbilhão mercadológico……………
Sou seguidor convicto, e tenho como meu principal expoente e referência no surfe o havaiano Gerry lopez.
Como ele sigo a filosofia yogi e do surfe.Posso me adaptar, mas ainda brigo pelo purismo e pela verdadeira
essência de deslizar sobre uma energia maior do que nós compreendemos.
Vida longa ao Mr. Pipeline.E aprenda a rever seus conceitos.Eu estou buscando……………
Em minhas pesquisas,achei um texto que “pego emprestado” do grande Túlio Brandão do site (www.surfedeluxe.com.br).
:

por: Túlio Brandão
Surfe Deluxe publicou dias atrás o post de um anúncio em meia página na editoria de Economia da Folha de São Paulo, em que a imagem vencedora de Gerry Lopez numa montanha d’água de Jaws era usada para vender o relógio suíço Omega (Leia aqui o post).
Mas nenhuma análise dos possíveis significados do Mr. Pipeline ocupando uma página dedicada a leitores de economia de um dos maiores jornais do país seria completa sem o próprio havaiano. Então, o Surfe Deluxe foi atrás do homem e, viva, Lopez prestigiou o blog.
Pelas palavras do mito, não há mais volta: o surfe já é parte do mainstream. Ele espera que a popularidade desse esporte continue crescendo, apesar de reconhecer a saturação dos picos.
Diante da tensão crescente, acredita estar surgindo uma “nova experiência de surfe”, talvez pior que a de seus contemporâneos, mas ainda assim atraente. E decreta: ou os velhos surfistas desistem ou se adaptam às mudanças.
Quanto ao anúncio de meia página na Folha, Mr. Pipeline sai do tubo seco: “As grandes companhias já vêem o surfe como algo saudável e muito popular. Elas usam e vão continuar usando a imagem do esporte para promover seus produtos.”
Abaixo, a íntegra da resposta do surfista:
Surfers went surfing because it was different and it made them different. It represented more freedom than other sports. The surfer identity is unique, surfing was always out of the mainstream… on its own path. But because it is so appealing to everyone who does it, it had grown in popularity to a point where it has become mainstream in today’s world.
Now everyone knows about its appeal and how great it is. Maybe some surfers hope it achieves the same status as other sports like golf or tennis but most would rather have it less popular. I expect it will continue to grow in popularity but the effect of this is that the surfing areas get overcrowded which leads to tension and dilutes the experience. However, it doesn’t take much to make a surfer be stoked … one good turn or cutback or especially a tuberide.
So the experience is relative, the young surfers will adapt better because they will grow up with the “new” experience of surfing. The older surfers who complain that surfing is changing and not for the better will either give up or learn to adapt to the the changes. Big companies are already seeing surfing as something wholesome, healthy and very popular. They are and will continue to use its image as a vehicle to promote their products.

lopez_dhyanasana

Lopez: a serenidade de quem já atravessou os mais longos tubos do mundo
(reprodução do site Olas Peru)

ALMA SURF 52

alma capa 1
Acabou de sair nas bancas a última edição da revista Alma Surf.
Nets edição, tudo sobre o FestivAlma 2009, onde o tema abordado foi:
O SURF É AMOR.

Surfe,Arte, Cultura, Música e muita vibe.
Dá uma conferida que vale a pena

Eu não sou free surfer

EU ENTREI NO BLOG NO PROPÓSITO DE COLOCAR O SURF NO NORDESTE, MAS DIANTE A VÍDEOS DE VERDADEIROS FREESURFERS, NÃO RESISTI A FAZER UM COMENTÁRIO.

Hoje em dia está difícil encontrar o surfista de alma. Eu defino o surfista de alma, o freesurfer, como aquele cara que mata o trabalho pra ir surfar e não ganha nada por isso…as vezes perde…..o emprego!!!

Um cara que diz que é freesurfer e é obrigado a aparecer em pelo menos uma capa por ano e ganha pra isso; NÃO É FREESURFER, é profissional de surf.

Me desculpem os Rastas da vida com salário da Billa.

Não é preconceito e qualquer um queria estar no lugar deles…

Mas que não é free surfer não é……..pode até ser de alma.

Como disse meu amigo Cebola, AMADOR NO SURF SIM, MAS  NAS IDÉIAS NÃO!!!

Surfwear or Surfwhere?

Surfistas de alma com logos na prancha?

Essa é a nova moda na indústria do surf, o conhecido Freesurfer; um cara que ganha dinheiro simplesmente para ser um surfista de alma… não correr campeonatos, viajar conforme o swell, aparecer em revistas, estar perto dos campeonatos, mas sempre dizendo:

– Sou um surfista de alma!!!

A indústria do surf, que já foi de amigos vendendo calções de surf,  mudou. Cresceu, cresceu muito, cresceu exageradamente e acabou virando uma industria de estilo de vida….. surgem os falsos surfistas de alma…

O futuro do verdadeiro  surf de alma esta sumindo na busca do lucro e da performance…..surgem os freesurfers que dizem ter alma…..

O futuro do nosso querido surf é negro, cinza e poluído!