Arquivo da tag: tour

Rip Curl Pro Bells Beach 2012-dedicated to the in memory of Michael Peterson

Com narração brazuca do grande Edinho Leite, segue ai o campeonatoi em Bells Beach, Australia.
Ta dando uma travadas, mas tá um cinema…
Tá sem nada pra fazer?
Vai lá


http://live.ripcurl.com/?aid=2072

Anúncios

Hang Loose na Vila…

Vale lembrar que vai começar o show de surf na Praia da Vila em Imbituba e esta previsto um swell de mais de 2 metros para sexta feira.

Certeza de espetaculo!!!

Enquanto não começa, vai um video da Vila quebrando, só para ir aquecendo…

+SURFE presents Dave Macaulay

Pra quem não lembra, Dave Macaulay, foi pro da elite do world tour.
Se não me engano ele chegou a ganhar uma etapa do Mundial, e foi aqui no Brasa,lá na Joaca, talvez um Hang Loose, , meados de 80 e alguma coisa…


aloha

WCT ou WT?

QUAL É A VERDADEIRA SIGLA?
CONFESSO QUE AINDA NÃO ME ACOSTUMEI>>>>

ALOHA

Direto da Austrália…RIP CURL PRO 2010- Bells Beach

Vai começar a rolar o masculino…
O campeonato acontece no estado australiano de Victoria,sendo a capital a conhecida Melbourne, que “briga” com Sidney para ser a cidade mais industrializada do país
Aguarde as informações do Blog da Máfia,agora é 1h32 do dia 31-03 lá na terra dos cangurus,e a transmissão do campeonato deve começar aqui no Brasa ainda hoje de tarde,por volta das 17h/18h.
Abraço ao Ale Zeni da Ibrasurf, nosso camarada das antigas,que narrou ontem o feminino.
Essa etapa tem o patrocínio principal da Rip Curl, e a primeira bateria do round1 começa pegando fogo, com o confronto entre Andy Irons(HAW),Dane Reynolds (USA) e Nate Yeomans (USA).

Reef Hawaiian Pro 2009 – Joel Parkinson onda nota 10

Ele pode não ser o campeão mundial, pois Mick Fanning é o favorito, já que lidera o ranking, mas Parko quebrou no WQS que rolou em Haleiwa.

Nesse campeonato fez um 10 num tubo profundo, balançado e impossível.

Na minha opinião, o melhor tube rider do mundo.

Repara no narrador durante o replay:

– First session, second session, third session, 4th session

Mais um 10 dele, agora em J-bay, para comprovar o que estou falando sobre o melhor tube rider do mundo.

joel parkinson 10 point ride – j-bay 2009

SCT – Slater Championship Tour

Li na revista Fluir uma excelente entrevista com o Renato Hickel, brazuca e gerente geral do ASP World tour sobre o circuito do ano que vem.

Pelo que entendi o Slater fez mais uma pressão em cima da Asp do que uma quebra do circuito,

O que estranhei é quando Hickel diz que no meio da turma do Slater esta um cara de reputação duvidosa e que eles tem que provar que tem os 40 milhões para se juntar a Asp num novo formato.

Vale a pena comprar a Fluir e ler essa matéria, pois ela é bem esclarecedora.

E O Slater?

Diz que não tem nada a ver com isso…

Parabéns a Fluir que deu a notícia fresquinha.

Respondendo a uma pergunta que ouço por aí: na minha opinião, Fluir é deslizar sobre uma superficie aquosa.

PRÓXIMA PARADA DO TOUR: HAWAII

Vou postar alguns secrets no hawaii…

TEXTO ORIGINAL:
2 brothers surf the local surf spots not on tourists map

Outro Secret no Hawaii

Billabong Pro Mundaka 2009

Continua Flat e o campeonato segue adiado, e nova chamada acontece nessa sexta feira 9/10 às 5 da manha, horario de Brasilia…

Picuruta, esse é o Cara!

Texto original:

Com a boa campanha na perna brasileira do LQS (Lonngboard Qualifying Series), Picuruta Salazar garantiu vaga parao WLT (World Longboard Tour) em 2010. Confiira a entrevista onde ele comenta sobre os resultados e os eventos que participará ainda neste ano.

Ranking do Blog – Campeões Mundiais

Se perceber, listamos todos os campeões, mas não ranqueando pelo ano, mas sim pela ordem de Surfistas que foram campeões.

Nesse pensamento o Ranking é assim:

15º – Mick Fanning – 2007
14º – Andy Irons – 2002,2003,2004
13º – CJ Hobgood- 2001
12º – Sunny Garcia – 2000
11º – Mark Occilupo – 1999
10º – Kelly Slater – 1992,1994,1995,1996,1997,1998,2005,2006,2008
9º – Martin Potter – 1989
8º – Barton Lynch – 1988
7º – Damien Hardman – 1987,1991
6º – Tom Curren – 1985,1986,1990
5º – Tom Carroll – 1983,1984
4º – Mark Richards – 1979,1980,1981,1982
3º – Wayne Bartholomew – 1978
2º – Shaun Tomson – 1977
1º – Peter Townend – 1976

Andy Irons – Décimo Quarto Campeão Mundial de Surf – 2002,2003,2004

O havaiano Andy Irons foi tri campeão mundial de surf em 2002,2003,2004.

Andy Irons and Corey Lopez surf Waimea bay shorey.

Coerência é uma palavra suja pros jovens. Ninguém quer o rótulo, e ninguém poderia se beneficiar mais dela do que Andy Irons.

O cenário tropical exuberante de Kauai tem sido o lar do clã Irons desde o primeiro dia. Phil Irons transplantado da Califórnia, em 1970. Apenas um ano mais novo do que Andy é irmão de Bruce – sua infância de sparring e um surfista igualmente talentosos.

Em 1997, Irons qualificado para o WCT na temporada seguinte. Enquanto a maioria de sua época de solteira era uma lavagem, por duas semanas em julho, ele estava no topo do mundo. Na poça em Huntington Beach, ele conquistou back-to-back eventos, a estrela de seis G-Shock E.U. Open (qualificador de uma maior) e do Pro Op.

Mais recentemente, Irons tirou uma lista guardada de moradores e os profissionais de topo do WCT para o seu 4 Vans Triple Crown título, incluindo uma vitória em Haleiwa eo Pipeline Masters.

C.J Hobgood – Décimo Terceiro Campeão Mundial de Surf – 2001

C.J Hobgood foi o 13 campeão mundial de surf em 2001

Surfa bem, lógico, mas não gosto dele, do seu surf e, na minha opinião, ganhou por sorte.

CJ Hobgood wins Billabong Mundaka – Highlights

Check out the action highlights of the final day. Where at the last minute CJ Hobgood from USA took the winner wave, so winning the Billabong Pro Mundaka over Joel Parkinson from Australia

Have a sweet moment with FIJI and CJ HOBGOOD

Martin Potter – Nono Campeão Mundial de Surf – 1989

Martin Potter foi o nono campeão mundial

Hell men são neutralizados pela concorrência. Eles banham no que diz respeito, mas eles não ganham títulos mundiais. Claro, hell men prosperaram, especialmente quando surf era selvagem e expansão da mente era aceitável, até mesmo incentivada. Mas, no “maior é melhor tour” dos anos 80, onde a consistência foi o ponto de referência em um 25-plus estafante turnê evento, que afundava. Os campeões de 1987 e 1988, Damien Hardman e Barton Lynch, foram os conservadores de renome, raça máquinas de competição. Ao mesmo tempo, Martin Potter foi, sem dúvida, a melhor Freesurfer no planeta. Mas consistente? Não é um acaso.

Potter começou a surfar em Durban, África do Sul, aos 10 anos. Por 15 anos, ele tomou o mundo pela tempestade, derrotar Shaun Tomson para vencer sua primeira competição profissional e terminando em segundo em seus primeiros dois eventos IPS. O inverno seguinte no Pipe Masters, ele superou o pior de tubos do inverno, a 12-screamer pé que o entregou para o estrelato.

celous movies – Martin potter mostrando um surf animal em 1987 que nao perde nada para o surf atual.

Raridade!!!! dois anos antes de ser campeão mundial!!!

Um mais atual:

Martin Potter in Guethary, Alcyons:

Fonte Surfline

Ai O bicho vai pegar pro Slater!!

Na mesma revista que li sobre o Dada figueiredo, li que existe um boato espalhado na internet que no circuito mundial criado pelo Slater ( SCT), o Mineiro (3 do mundo) seria substituido por Dane Reynolds (20 do munso)

Espero que seja só boato, senão nós vamos expulsar a Quiksilver do Brasil.

Repudio o preconceito demonstrado por esses gringos bunda mole contra os Brazucas. Mesmo que ele seja o nove vezes campeao mundial.

Ubatuba em evidência…

Assista ao vivo…

http://www.aus.org.br/aovivo.php

SCT – Slater Championship Tour

” Esse não é meu tour, eu apenas tenho algumas idéias que o pessoal por trás da proposta quer usar para criar o novo formato”

Kelly Slater

Sei…….

Oxbom WLT Japan

Acabou em TAHARA AICHI a primeira etapa do mundial de longboard.
O brasileiro melhor colocado foi Phil Rajzman que perdeu na semi final para Harley Ingleby. Ba outra semi, Duane Desoto passou por Bonga Perkins numa disputa havaiana.
O campeão foi o australiano Harley Ingleby.

Só agora apareceu no u tube o vídeo da final…

Oxbom WLT Japan

Acabou em TAHARA AICHI a primeira etapa do mundial de longboard.

O brasileiro melhor colocado foi Phil Rajzman que perdeu na semi final para Harley Ingleby. Ba outra semi, Duane Desoto passou por Bonga Perkins numa disputa havaiana.

O campeão foi o australiano Harley Ingleby.

Veja alguns momentos:

Oxbom WLT Japan

Esta rolando em TAHARA AICHI a primeira etapa do mundial de longboard e nas baterias iniciais.

Os brasileiros que passaram foram: Eduardo Bagé, Amaro Matos e Carlos Bahia.

Os Gringos: Duane Desoto (Haw), Matthew Moir (Zaf), Ned Snow (Haw), Bonga Perkins (Haw),  Keegan Edwards (Haw) e Antoine Delpero (Fra).

Brasileiros que Cairam: Picuruta Salazar e Jeremias da Silva

Veja o vídeo fresquinho…

Local é LOCAL.

No post abaixo, coloquei o ganhador do US Open, Brett Simpson, como um ilustre desconhecido, dando a impressão que ele teve sorte.

Meu amigo Cebola me mandou uma observação importante, ele mora na rua de cima do pier de Huntington Beach!!!

Tá explicado…

Brett Simpson Winner of the 2009 Hurley US Open of Surfing.

… e ganhou 100.000,00 dólares!!

O interessante é que diversas estrelas do surf correram esse WQS e quem levou foi um “desconhecido”.

Hoje em dia, aéreo rodando, virou manobra normal…

Assista as ondas da final.

Preconceito no WQS?

Por que na bateria com os jet skis não tinha nenhum brasileiro?

Por que na festa final, em cima do palco, o locutor agradeceu a presença de vários atletas do WCT que correram a etapa e nem falaram do Mineiro?

GRINGOOOOOOOS, não adiante tapar o sol com a peneira…

Adriano de Souza é o 3 colocado no ranking……..

……..contra fatos não há argumento!!!

All Stars Heat – Vale a pena postar de novo

FreeSurf no WQS – Huntington Beach

Conforme ja foi postado e prometido, vai o vídeo.

Huntington Beach, praia mais cheia que ano novo no guarujá, mas só para assistir o WQS Us Open patrocinado pela Hurley.

Como o prêmio é de 100 mil dólares, atraiu várias estrelas do WCT, entre elas Slater, Irons, Rob Machado, Mineiro,  fanning e um monte de cara bom.

Mas o show foi agora a pouco, sábado na Califa com praia lotada, Slater, CJ, Machado, Andy  Irons, Fanning e cia fizeram uma mistura de tow in com tow ou,onde, rebocados por jets, deram aéreos altíssimos.

A platéia vibrava e urrava!!!!

O Surf não está mais virando show, mas sim espetáculo!!!

A única tristeza é a falta da presença de brazucas nessa session, mostrando que, mesmo o mineiro entre os tops,  não estamos enturmados com as estrelas do tour…

Com essa bateria de apresentação, os caras fecharam a praia mais crowdeada da Califa só para eles, no sábado de sol com o swell do ano…….coisa de Slater e cia

Slater atravessou o pier a milhão…

Depois de cansados liberaram o pico para os mortais.